quarta-feira, 13 de junho de 2018

Em Minas Gerais, família faz velório para cadela com cortejo de 30 pessoas

Em Minas Gerais, família faz velório para cadela com cortejo de 30 pessoas


Uma família de Governador Valadares, a 320 km de Belo Horizonte, homenageou a cadelinha de estimação após sua morte. Seus donos promoveram um enterro no último domingo (10), com velório e cortejo com 30 pessoas. De acordo com a dona, Renata Apolinário, a cachorrinha Jully tinha 16 anos e era muito querida entre os parentes. 




[caption id="attachment_247813" align="aligncenter" width="460"]Jully tinha 16 anos Arquivo Pessoal Jully tinha 16 anos - Arquivo Pessoal[/caption]

 

Segundo Renata, o pai dela chegou em casa no último sábado (9) e viu a cadela caída dentro de casa, tentou reanimá-la sem sucesso e levou ao hospital de plantão da cidade. A veterinária prestou os socorros, mas Jully faleceu. Neste momento, a clínica informou que poderia haver um enterro, mas entregariam a cachorrinha em uma sacola.

Renata disse que quando escutou aquilo, ficou sem reação.


— Eu só chorava.Vim pra casa e postei uma homenagem no meu Facebook pra ela. Aí apareceu a Fernanda, funcionária de uma funerária da cidade, e comentou prestando solidariedade e informando que eles ofereciam o serviço de "funeral pet".




O velório aconteceu no último domingo (10), de 14h às 16h. Cerca de 30 amigos comparecem ao local e fizeram um cortejo até um sítio na entrada da cidade, onde a cadela foi enterrada. Segundo Renata, foi um momento importante poder prestar a última homenagem a Jully.


— Os amigos que quiseram ir seguiram com os carros atrás do carro da funerária e lá sepultamos. Nos despedimos e jogamos rosas sobre a urna dela e depois fecharam a sepultura.

% #jornalmontesclaros%

Nenhum comentário:

Postar um comentário