quinta-feira, 14 de junho de 2018

Dez motivos para acreditar no hexa do Brasil na Copa da Rússia

Dez motivos para acreditar no hexa do Brasil na Copa da Rússia


Oito de julho de 2014. Mineirão. Naquele dia, a seleção brasileira vivia o maior pesadelo de sua gloriosa história. Após cambalear ao longo de toda a Copa, o time de Luiz Felipe Scolari era trucidado pela Alemanha na semifinal, por inacreditáveis 7 a 1, deixando estarrecido o mundo da bola. Para os mais fatalistas, o resultado decretava o fim de uma era de conquistas, a decadência total da camisa mais pesada do futebol.




[caption id="attachment_247884" align="aligncenter" width="563"]Brasil inicia no domingo, contra a Suíça, sua caminhada rumo à sexta estrela mundial Brasil inicia no domingo, contra a Suíça, sua caminhada rumo à sexta estrela mundial[/caption]

 

Com a cabeça inchada e o orgulho ferido, nem o mais ufanista dos brasileiros supunha que, menos de quatro depois do “Mineirazzo”, a seleção pudesse se reinventar e chegar ao Mundial da Rússia na condição de favorita ao título. Porém, foi exatamente o que aconteceu. Após um período nefasto com Dunga, Tite assumiu o comando do escrete canarinho no dia 20 de junho de 2016, dando início a uma verdadeira revolução em campo. De lá para cá, o Brasil conseguiu recuperar a confiança, o apoio popular, o respeito das outras seleções e, acima de tudo, seu futebol.


Ainda que outras seleções também cheguem à Copa do Mundo com boas possibilidades de buscar a taça, casos principalmente de Alemanha, França, Espanha e Argentina, fato é que o Brasil vive um momento especial e, possivelmente, esteja num degrau acima das demais. Não é soberba, é constatação.


Confira abaixo dez razões para acreditarmos no hexa:


 

 


% #jornalmontesclaros%

Nenhum comentário:

Postar um comentário